Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MELANCOLIA

Às vezes sinto necessidade de morrer
Como pessoas acordadas
Sentem necessidade de dormir...
Olhando as águas do mar,
Em dias de tempestade na alma
Em noites de temporal no coração
Estrelas se escondem, não há mais luar
Nuvens de chuva, estão a se formar
E a tempestade a me ameaçar...
Tenta minha esperança dissipar
Vezes consegue, outras não...olho para o Céu,
Nuvens parecenm se afastar
Consigo ver alguns raios do luar
Umas estrelas alegram-me por momentos
Rapidamente, volta-se o Céu a fechar,
Caio-me novamente em tormentos
Volta a melancolia, abaixo o olhar
Só vejo as águas do mar
Em ondas crespas, a se agitar
Convida-me, para mergulhar
Para em sua ondulação incessante
Fazendo festa, a me contagiar
A me enebriar...
Penso, ainda consigo pensar...
Ninguém se prepara para ser feliz
Mas para a tristeza se ancorar
Basta uma brecha, a se dar,
Pronto, lá está ela a se apoderar
Em melancolia se transformar
Longo tempo ainda fiquei a pensar...
Em minha mente, vultos negros fitei
Tumultuavam meus pensamentos
Mas reagi, como o vento
A dissipar nuvens de tempestade, da dor
A recuperar a paz, a felicidade
Luar e estrelas surgiram em meu Céu
Voltando bons sentimentos
Varrendo a tempestade de minha alma
Inundando meu coração de amor
 
DIANA LIMA/ITANHAÉM/SP, 21/11/2003
   
Sob lei dos direitos autorais n. 9.610 de 19/02/1998
Diana Lima
Enviado por Diana Lima em 14/06/2005
Código do texto: T24480
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Lima
Santo André - São Paulo - Brasil
152 textos (52793 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:54)
Diana Lima