Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Daquilo que podia ser o avesso...

Daquilo que podia ser o avesso
Daquilo passando ao largo, mesmo exposto
Vagando nauta, espaço náufrago
Um gosto de chuva na Paulicéia desvairada
Toma a minha mão, o vento é forte
Envios atualizados enroscam na caixa
Vagas limitadas, seja qual for a faixa
Barras trancando, olhos e um lingote
Cigarros consumidos, ávidas fumaças, boca
Pára de balcão, um copo desce, toca
B.B. King trajando blues, outro copo
O Jardim para mais uma sonata, louco
Velho junkie, na boca do gás, passar
Pink Floyd me inspira naquelas coxas
Dos seios fartos para esta boca sugar
Outra conta no banco, putas taxas
O coração que pira adiante
Foi-se o sexo dessa amante
Olhei o amanhã e tomei o meu rumo
A solidão veio junto para confortar o choro.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 14/06/2005
Código do texto: T24541
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120255 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:30)
Peixão