Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Donde viste a cidade perdida...

Donde viste a cidade perdida
Abas de largas frentes, horizontes
Fulgaz axiomas, latinos errantes
Trilhas passantes e feros, alucina
Doutras city que tanto falam mal
Voláteis paranóias, luz, lugarejos
Calmantes noutros verdes além Tejo
Amores que são cantados na beira do Pantanal
Donde avista a cidade perdida
Lágrimas e latas descortinando, mel
Privada pela janela, aranha arranha-céu
Parábolas e iconoclastas na surdina
Pulando do Pink Floyd para um blues
Janis Joplin na janela acenando amor
Aporto na Ilha para refazer mágoas e dor
Seus seios em minha boca, outro blues
Ávidas sereias brilham no mar
Alagados nautas de olho na rede
Tramas ardentes para matar a sede
Carlitos encenado no poste a fumar.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 14/06/2005
Código do texto: T24545
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:20)
Peixão