Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0326 - Nossa estranha paixão

Noite passada coloquei meu sonho em você,
como se fosse alma, como se fosse minha,
andei pelo corpo, tinha certeza que era o seu,
até meus olhos não se enganaram...
 
Voltei pelos caminhos que um dia seguimos,
tinham marcas de saudades,
um tipo de ansiedade ao lembrar de nós dois,
ainda assim era felicidade, ainda assim o querer.
 
Todas as minhas esperas são suas,
quero colher seus desejos com as mãos,
colar todos os cacos que existem dentro,
fazer deste esconderijo um cantinho só meu.
 
Guardei meus beijos no silêncio da sua boca,
espero que não perca o gosto que ficou,
dos brindes que fizemos molhados com saliva,
naquele quarto secreto no topo do nosso mundo.
 
Somos paixões paralelas, ainda assim paixão,
voltamos ao mesmo corpo, sempre a mesma cama,
deixarei novamente marcas dentro do seu corpo.
Não esqueça! Mesmo esquecendo, lembra de voltar.
 
14/06/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 14/06/2005
Código do texto: T24550
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116243 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:29)
Caio Lucas