Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Essa tal saudade....

Essa tal saudade não larga do meu  calcanhar.
Vira e remexe.
Troca de som,
alterna os horários,
mas está impressa
tatuada como fogo
como brasa.
Essa tal de saudade é como visgo
como vício,
não tem remédio
não tem antídoto eficaz!
Essa tal de saudade tritura feito carne
e deixa feito´pó
o coração da gente.
Essa tal de saudade é fidelíssima
insistente.
Não verga à toa,
não quebra o braço.
Essa tal de saudade é imperativa
arquitetônica
atemporal.
Essa tal de saudade é meu par constante
tem um sentido,
mas não tem final!
MariSaes
Enviado por MariSaes em 21/09/2006
Código do texto: T245527

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o sitedoautor.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MariSaes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1694 textos (65132 leituras)
2 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:17)
MariSaes