Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0331 - Meu viver de amante

Importa o caminho que vou seguir,
vou a favor do vento, tanto faz a direção,
sopro perfume, como se alfazema fosse,
volto a ser brisa, por causa da paixão,
talvez o amor me prenda, depois quando voltar.
 
Sou amante que mora na rua de qualquer corpo,
sou metade noite, o resto, sou madrugada,
tenho leito feito calçada, jardim como travesseiro,
meus sonhos são brancos feito coisa de menino,
meus pecados têm tudo abusado do ''eu'' amante.
 
Deitaram no meu peito outros tantos corações,
marquei hora, gritei dentro de tantas bocas sem gosto,
até que as palavras não mais saíram junto com o ''te amo'',
coloquei o tempo no bolso direito da calça colorida,
abri meu sol e fui a caminho de um novo amor.
 
16/06/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 14/06/2005
Código do texto: T24555
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116235 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:11)
Caio Lucas