Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

S/ titulo, só fatos

Todo meu anseio virou receio de ser verdade
O que eu acreditava ser felicidade
Não passava de maldade do tempo cruel
Que foi fiel a proposta aceita
Morte lenta
A minha alma não aguenta
Deita e chora sobre a cama forrada de desespero
Corro agora do amor
Mas o medo segue parelho
Rindo do meu pavor
sendo por fim meu companheiro
Incompreendido por mim
Mas necessario assim
Necessario???
É sim!!!
Ao menos está aqui
Voce já esteve?
Sempre se manteve em um local confortavel
chorar,
Ninguem  vê,
Também,
Não choro mais por voce
A senhora não me vê rir,
Mesmo por que não tenho motivo
Mas mesmo assim continuo vivo,
continuarei
diego fernandes da silva
Enviado por diego fernandes da silva em 21/09/2006
Reeditado em 04/07/2009
Código do texto: T245616
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
diego fernandes da silva
Mogi das Cruzes - São Paulo - Brasil, 73 anos
35 textos (2615 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:06)