Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Podrão?

Rosa Pena

Diga que me esqueceu!
Que o beijo não importou,
que fui apenas um cobertor,
num dia frio qualquer. 

Negue o nosso amor.

Repita
que sou áspera,
unha sem lixa.
Hot dog sem salsicha
suco sem fruta.

Antes eu batia um bolão
agora virei podrão?

Você não me engana.
Ainda vejo sua língua,
umedecendo os lábios,
doida pra dizer que me ama.

Seus olhos?
Ainda procuram os meus.
São sábios.
Discordam desse seu
ridículo adeus.

*
(refeita de ridículo adeus/rosa pena)


Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 21/09/2006
Reeditado em 08/08/2008
Código do texto: T246042
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
960 textos (1416218 leituras)
48 áudios (24765 audições)
33 e-livros (29000 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:43)
Rosa Pena

Site do Escritor