Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DONA MARIA BENZEDEIRA


Euna Britto de Oliveira
Site de Poesia: www.euna.com.br


Uma choupana era o palácio de D.Maria...
Fazia orações para as pessoas que a procuravam.
Tornou-se o que chamam de “benzedeira”.
Orações bonitas, que rezava baixinho,
com o terço, imagens de santos, e um raminho...
Canalizava graças....

Depois de um derrame que a aprisionou a uma cama,
ao ser transferida para a casa do filho
casado com a dedicada Raimunda,
soube que deu “tchau” para a sua casinha de barro vermelho,
como os que conhecem que não vão mais voltar!...
Imagino sua mãozinha nesse seu gesto de adeus!...

Cordão de prata da vida cortado,
umbigo e corpo enterrados,
novos poderes ganhos, velhos poderes cessados...
As belas virtudes devem ter brilhado mais
que os naturais pedregulhos escuros,
na peneira que seu Anjo de Guarda se orgulhava em apresentar!...

Do lado de fora da casa, desempregados,
os mesmos matinhos crescem para benzer mais ninguém!...

Fiel intercessora,
Dona Maria deve estar diante de Deus,
louvando, dando graças e dizendo Amém!
Euna Britto de Oliveira
Enviado por Euna Britto de Oliveira em 21/09/2006
Código do texto: T246151
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
995 textos (34677 leituras)
6 áudios (364 audições)
12 e-livros (692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:16)
Euna Britto de Oliveira