Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EXÍLIO

Este canto vazio, onde soa apenas o silêncio...
a voz que reflete a mudez que não contesta,
veste de sombra o céu da minha aurora.

O manto da saudade cobre-me a alma,
e em véus de sedas vem vendar-me os olhos.
Ah...Só quero sentir, chorar não quero.

Mas a lembrança vem brincar sorrateira,
numa dança de imagens a percorrer a mente,
o reavivar dos sonhos que exilei...

Escuto soar os risos, que ouvia outrora,
o toque das mãos, o beijo tão sonhado.
Ah...Só quero sentir, chorar não quero.

Este canto sem som, vestido de silêncio
é o refúgio manso que o coração escolheu,
é um espaço brando transformado em paz.

Não quero chorar,apenas quero sorrir
só quero sentir, viver mais um pouco
aqui dentro de mim as minhas asas.


 
Marlene Constantino
Enviado por Marlene Constantino em 21/09/2006
Reeditado em 23/02/2016
Código do texto: T246173
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marlene Constantino
São Paulo - São Paulo - Brasil
484 textos (15210 leituras)
42 áudios (3641 audições)
1 e-livros (45 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 09:59)
Marlene Constantino

Site do Escritor