Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por estas estradas...

Ladeira vai, rio acima,
Destinos para novos câmbios
Cá destas traves que se vê o mar
Mirantes no vermelho que espraia
Na densa manhã de domingo
Horas para falar da vida
Tempos de por sobre novo chão
Esse caminho por eiras e beiras
Vez que tem para falar de amor
Voz a cantar um jazz & blues
O dobrar a esquina na avenida do mundo
O velame nem é mais amaro
E nau se posta em descanso
Baudelaire cultiva novos Jardins
Enquanto sax ressoa pela madrugada
A tua estrada tem rosas em aromas e seixos
Tua boca espera fremente, meus beijos,
Cantilenas e poemas para o coração
Toca a estrada adiante sorrindo
No verniz o brilho dos olhos mais lindo
Entre o arcabuz que vista a bandeira
Lágrimas guardadas para outro dia
Arpejos enfeitiçam a canção
E da outra solidão tiras as quatro estações
Ave de pedra para novos desejos
Enquanto a mão afaga os teus seios
Ladeira acima, rio que vai,
Um riso alvorece na amada Ilha.

Afagos & beijos compõem o bom da vida!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 22/09/2006
Código do texto: T246301
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:15)
Peixão