Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Calhandra


Hoje o dia amanheceu cinzento.
Não ouvi o canto da minha linda
Calhandra ao raiar da aurora.
Ela se trancou em seu refúgio
para amargar sua tristeza.

Meu coração sangrou com tal  ferocidade
que tingiu o meu ser de vermelho intenso.
Sem as notas sonoras de Calhandra
não existe alegria.
Tampouco  sinto o calor da vida que tange.

Mas o tempo urge,
com ele se vão todas as mágoas:
as decepções e as desilusões.
Então, Calhandra alçará seu vôo,
e reiniciará sua linda melodia...







bette vittorino
Enviado por bette vittorino em 22/09/2006
Código do texto: T246603
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
bette vittorino
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 62 anos
278 textos (30204 leituras)
1 áudios (15 audições)
4 e-livros (250 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:29)
bette vittorino