Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEVANEANDO...

Devaneando...

Sentindo no corpo o que a mente inventa
Poder do vinho tinto degustado na ausência.
Duas taças e bailo no perfume á consciência
Telepatia... Fria noite na sua aquecida dormência.

Bendita poesia conselheira que tenho,
faço-me versos Brado gritos gemidos,
 soluços não reprimIdossorvo-oA ti e
ao vinho, magia sentida em meus desvarios
Enfeito-me sonhando receber-te
 com beijos  em meus lábios...

A mesa posta champagne no gelo,
 a musica no ambiente
Sou a espera de beijos desejados...
 Jantando a seu lado vejo-me.
 À noite devaneio Toalha de linho
monograma, H DNos guardanapos bordados,
  é tudo tão lindo crio devaneando.
Estouras champagne me convidas
a dança...  Louco o que sinto.

Pois tudo que de ti sei, é que não danças ,
não levas jeito...E assim rodopio dançando
 em devaneios, Convida-me  Cear o que
preparei para ti. Manjar dos DEUSES.
A música segue, embalando sonhos
 não estou em seus planos. AMOR longínquo
 Alimentando sonhos. Devaneando...

Deth Haak

15/06/2005
Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 15/06/2005
Código do texto: T24706
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65332 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:11)
Deth Haak