Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem levar a sério

Seria bom, às vezes,
nada levar a sério
nem o destino
nem a si mesmo
ou as tocantes palavras
dos "eus" pensantes e falantes,
conversando, dentro de ti.
Pra recomeçar,
e levando a sério,
(isso de não levar nada a sério)
seria mais adequado
limpar o terreno.
Depois,aplainar a terra,
e, antes de lançar
a pedra fundamental
observar cuidadosamente
a planta, projetada no papel.
Mas antes de iniciar
a construção,repensar
a direção dos ventos.
E onde a luz do sol
vai bater a cada hora do seu dia
(quanto a isso basta consultar
milenares tratados orientais,
combinando-os com os tons da tua alma)
Depois, imaginar-se
sentado(a) em uma varanda,
em que as verdes folhas e as cores,
invadam teus sentidos
(sem apoderar-se deles)
e permitir que os perfumes
reconciliem-te com o mundo.
E que as montanhas ao longe
falem-te do Infinito...
Em seguida, imaginar
se poderias sentir tudo isso
em qualquer lugar do mundo
que não fosse tua casa.
Se a resposta for afirmativa,
saberás então,que podes trazer
dentro de ti,uma perene paisagem,
mesmo sem levar nada a sério.

Inspirado em Li Yutang
(escrito em 2004)




Mareluz
Enviado por Mareluz em 23/09/2006
Código do texto: T247131
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mareluz
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
679 textos (19415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:29)