Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Alma

Tu ainda tens aquele velho olhar.
E eu que pensei que havias perdido
Aquela calma, aquela alma...
Sorriso de menina pura
Qual flor que nasce de repente.
Olhar de quem viaja
Sorriso que fala
Lábios que agridem
Selvagens como sempre,
Como sempre serás,
Loba, sensual, maliciosa,
Menina,
Mulher...
Cabelos soltos,
Cabelos no rosto,
Encobrem teus olhos negros
Olhos soltos
Vivos, despertos.
Às vezes tão inquieta
Às vezes parada,
Agora já calma,
Segura,
Agora Ana!


Brasília, 1976.

Para Ana Lobinho
Divina Reis Jatobá
Enviado por Divina Reis Jatobá em 23/09/2006
Reeditado em 19/02/2007
Código do texto: T247153

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Divina Reis Jatobá - recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divina Reis Jatobá
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 55 anos
289 textos (39970 leituras)
6 áudios (1218 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:37)
Divina Reis Jatobá