Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMA POÉTICA

ALMA POÉTICA



       Estava, espírito solto a pensar
       Registrava em palavras escritas
       Versos, palavras benditas
       Alma poética livre à vagar
       Apenas alma à devanear
       Porém, tudo registrado e trancado
       Fechado às chaves do coração
       Por motivos, muitos traumas
       Poemas em clausuras, em censuras
       Era uma simples oração
       Sem a ponte que leva aos céus
       Era apenas uma canção
       Registrada no papel
       Sem melodia, sem sinfonia
       Sem a voz do cantor
       Era o campo sem o lavrador
       O público à espera do ator
       A paisagem sem a fotografia
       O acontecimento sem a notícia
       Estava em desejos contidos
       Versos e amores reprimidos
       Estava em trevas a espera da luz
       Quando aperecestes, alma bendita
       Vestida na luz, clareando meus dias
       Dando forma, vida, harmonia
       Aos meus poemas quase mortos
       Ao meu corpo, adormecido em agonia
       Em desespero desmedido
       Refazendo-me de loucuras
       Fazendo livre minhas poesias
       Alma poética em livre amor
Diana Lima
Enviado por Diana Lima em 15/06/2005
Código do texto: T24757
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Lima
Santo André - São Paulo - Brasil
152 textos (52795 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:43)
Diana Lima