Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BODAS DE ENCANTAMENTO

amada de rosto sério,
descobri,
quase ontem,
tua alma madura
a encher-me de brincadeiras
com tudo que nos sobra de bom-gosto,
apesar da inquietude-criança
[ida]
em nós, tão animados.

amada de rosto sério,
descobri,
quase ontem,
tua calma madura
a amar-me em absurda quietude
até silenciarmos a zoeira do ventilador,
apesar da inquietude-criança
[perdida]
entre nós, adolescentes

amada de rosto sério,
descobri,
quase ontem,
tua face por inteira
a beijar-me cheia de olhos turvos
como só as perdidas de amor beijam,
apesar da inquietude-criança
[levada]
por nós, agora maduros

Amada de rosto sério,
redescobri,
quase agora,
o teu mesmo um e sessenta e oito de estatura,
a tua suavidade no contrapeso do algodão,
a curiosidade, igual, recém-nascida
da mesma  levada da breca
com quem adulto.


Redescobri
em ti,
apesar de todas as vésperas,
o rosto grave do amor
mesmo na paixão
de sempre
por ti,
mulher de rosto sério,
nas bodas de encantamento
pelos nossos três anos mais completos.
Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 23/09/2006
Código do texto: T247768
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:39)
Djalma Filho