Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desista de vir aqui, longínquo lugar

Quanto recebi  a mensagem do seu coração dizendo que estaria aqui nos proximos dias, pensei comigo mesmo, desista !
seu coração não sabe o rumo que deve tomar, e nem por isso ele pode contestar tua decisão.
Chorar, não irá resolver tua atual situação, não minta para mim que teus desejos são consoláveis...
Hoje chove muito. Lá fora o tempo diz que devo permanecer intacto e só ouvindo as batidas do coração, e num compasso acelerado ele pronuncia que nem tudo está perdido, mas que tudo deve ser feito no momento certo.
Por favor seja paciente consigo mesmo e atenda ao clamor de um coração apaixonado e desesperansado, não vale apena brincar de amar, pois isso nos faz muito chorar.
Se esta carta chegar a destino ou a quem interessar ,por favor nunca desista de amar...
sem mais e para mais, eu, Coração.
SIRIO
Enviado por SIRIO em 24/09/2006
Reeditado em 01/02/2007
Código do texto: T248164
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
SIRIO
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 50 anos
131 textos (2201 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:30)
SIRIO