Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Enfarte Poético


Ah meu doce poeta
Minh’ alma a tua se completa
Mas sei que a vida a tua está aberta
Ficas a me causar convulsões
Contrações poéticas por segundo
Com que direito te permites
Tocar meu carente coração
Num momento perene de amor  perfeito
Chega a causar dor no peito de tanto pulsar
Porcelana rara é minha matéria
Cai varias vezes sem quebrar
Até onde me levarás antes que recobre meu fôlego
Meu ser tremula em imaginar
Apenas reflexo seu em mim
Prisma de um encontro descomunal
Transparente estar à causa dos teus versos
Nem sei por certo o que me conduz o pensamento
A este desespero de expressão
De ser lida, contemplada, almejada
Tocada por tuas mãos em letras
Ser traduzida por tua infinita arte de emocionar.


                           N.F.S
Nelciene Santos
Enviado por Nelciene Santos em 24/09/2006
Código do texto: T248496

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Textos: Nelciene Santos http://recantodasletras.uol.com.br/autores/poesinel). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nelciene Santos
Cabo de Santo Agostinho - Pernambuco - Brasil, 44 anos
1098 textos (68614 leituras)
1 e-livros (34 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:18)
Nelciene Santos