Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VER-O-PESO

Ver-o-Peso
a madrugada,
a lua, a Guajará.
Qual ave rija
a doca espia,
terna e fria,
a face do
primeiro homem.

As mãos trabalham
o porto: a dor
        desta partida.

        O tempo pousa
        enquanto que Belém
        ainda repousa, linda.

Acorda Ver-o-peso,
ponto aceso,
trilha exata
do caboclo.
Enzo Carlo Barrocco
Enviado por Enzo Carlo Barrocco em 25/09/2006
Reeditado em 27/08/2015
Código do texto: T249139
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enzo Carlo Barrocco
Belém - Pará - Brasil, 57 anos
785 textos (137518 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 08:36)
Enzo Carlo Barrocco