Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vagalumes

Todos os vagalumes
que as noites mais escuras
recolheram,
querem retornar.
Mas a iluminação feérica
não permite.
E ali, presos nas trevas,
brilham para si mesmos.
São vagos lumes
que um dia foram luzes.
E eu, perdida em um mundo
mecanizado, procuro-me.
Mudanças sem sentido
apertam meus passos...
O que estas luzes escancaradas
mostram, é nada mais
do que o reflexo
de mim mesma.
Eram aqueles pirilampos
escondidos nas trevas
dos meus sonhos infantis
que guardavam os segredos
cheios de novidades.
Dos livros que me esperavam
para contar histórias encantadas
no dia seguinte.
Das cobertas aconchegantes
que prometiam o sol do amanhã.
E se eu tinha medo do escuro
eram minhas únicas lanternas.
Agora, a noite imitando a luz
diurna, esconde aquele pisca-pisca
misterioso.
Foram embora os vagalumes
e com eles, partiu a legítima
escuridão...

fevereiro/2006




Mareluz
Enviado por Mareluz em 25/09/2006
Código do texto: T249329
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mareluz
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
679 textos (19404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:50)