Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E LÁ VOU EU...

Meu carnaval...

Ensaiei um ano,enredo escrevi
Poesia do eu,  no violão Musiquei
Apresentei o samba cantei refrão
Recitei  em versos e se fez canção.
E lá vou eu...

Hora chegada à quadra animada
Cantou o samba a dor musicada
Revi figurino acrescentei cores
Brilhos. Contei pra que cantassem
 a vida, em flores. E lá vou eu.

Passista no asfalto sua ginga ensaia
bordou fantasias em suas anáguas,
vestiu alegria,  beleza mostrada, mascara
dores, poetam festa no reino do nada.
E lá vou eu.

Passarelas me fazem  e o seguir passando
No ritmo cantado, contado e rasgado, assistindo...
O samba encantou, avenida engalanando
profanando canto alegria de momo.
Nas flores que colhi nos desenganos.

Coração acelera o bumbo tocando
 Ritmo o chiado chocalho,
 Reco-reco vibrando repenica meu corpo.
Estandarte as lágrimas no abandono.
Cavaco chorando,sangue  nas veias pulsando.
Destino enreda sina, quem sou  vivendo.
E lá vou eu.

 Poesia se rende nas dores de AMOR, lágrimas
Sorrisos aplausos, o show. Carnaval, és vida
Represento espetáculo encenando no palco vivas
Ao AMOR... O povo sorri na fome na dor, alegrias
E lá vou eu.
 
Carnaval que sou, harmonia perfeita
Singela beleza, o nordeste soprando
 Lá vou eu... Navega meu barco oceano
 Sou eu, ornada de flores e alma lavada
no solo ao vento semeando AMOR.
E lá vou eu...

Deth haak
16/06/205
Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 16/06/2005
Código do texto: T24944
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65346 leituras)
50 áudios (9715 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:20)
Deth Haak