Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O QUE OS OLHOS NÃO VÊEM O CORAÇÃO NAO SENTE

Olhos ávidos,
bocas sedentas,
ocultos desejos impávidos,
mãos que buscam, rebuscam
digitam...
mentes fervilhantes
amantes,
machos que gritam
por sedução,
ensaiam antigos cânticos
dançam
nas asas da imaginação,
insistentemente me cansam,
no cantar à Maria,
fazem versos, métricos ou não,
pra se fazer na poesia;
Sem medo, sem receio, sem ética
importa é a conquista,
conquista frenética,
com invisíveis movimentos,
em escrita que não se lê,
no silêncio que você consente
não desdiz,
e dá alento
ao velho ditado que diz:
“o que os olhos não vêem
o coração não sente”...


ANDRADE JORGE
25/09/06


ANDRADE JORGE
Enviado por ANDRADE JORGE em 26/09/2006
Reeditado em 26/09/2006
Código do texto: T249480

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANDRADE JORGE
Jundiaí - São Paulo - Brasil
1027 textos (90001 leituras)
26 áudios (1819 audições)
2 e-livros (330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:41)
ANDRADE JORGE