Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Magia do amor

Sou o começo do nada, explosivo e ponderado
Sou parte da vida, paixão esquecida.
Sou robô, de ferro forjado para nada sentir,
Sou parte da palavra, no mundo a exaurir.

Vagueio de coração em coração, não sou vida,
Arranco desse meu corpo suor na labuta,
Arranco de minha saliva a espuma fervida.
Ouço a bela mulher louca, doida varrida
E nas ondas agitadas hino de amor.

Movo-me como sol e a lua, mas sou um horror,
Sem paixão a desfrutar nesse teu caminhar,
Escondo-me entre o bem e o mal, sou nada...
De paixão desenfreada, não sou comandado
Pela amada, sou veículo sem direçao na estrada.

Tudo não passou de um sonho em desespero...
Era a magia do amor, à luz quieta do luar,
Tudo que eu desejava, não aconteceu...
Quando acordei era treva, pus-me a chorar...

R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 26/09/2006
Reeditado em 26/09/2006
Código do texto: T249540
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79555 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:34)
R J Cardoso