Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SORUMBÁTICO

Vou esbravejar, cutucar, reclamar
vou versejar  a esmo,
ando meio sorumbático mesmo,
apocalíptico,
esquisito de montão,
quando minhas idéias
ficam assim menstruadas,
vem essa dor não-sei-lá-o-que, nem donde,
bate no peito, repica no coração,
desparafusa a razão,
a língua fica afiada,
dispara como metraca,
a boca parece canhão,
e ainda tenho a escrita aliada,
o trombone fica pequeno,
faço o temido furacão
virar ventinho, ventinho ameno,
fico forte, forte como um touro,
por falar em touro,
sei não.... Sei não...
pára! antes que esqueça
não me enfia idéia errada na cabeça,
já disse que não estou nada simpático,
estou mesmo é sorumbático!
Igual o louro do realejo;
E onde anda você
que não a vejo?

ANDRADE JORGE

25/09/06
ANDRADE JORGE
Enviado por ANDRADE JORGE em 26/09/2006
Reeditado em 13/01/2007
Código do texto: T249649

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANDRADE JORGE
Jundiaí - São Paulo - Brasil
1027 textos (89989 leituras)
26 áudios (1819 audições)
2 e-livros (330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:49)
ANDRADE JORGE