Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MUROS E QUINTAIS


Poemas pendurados nos varais secando ao sol de setembro...
Os olhos da menina de relance procuram a revista
em cima da mesinha e lindos olhos de homens-modelos
a fazem sonhar com dias melhores em casas confortáveis...
O rádio ligado lhe dá uma mesada celestial pela voz
do pastor que recita versos decorados e vazios...
Quantas vezes já chorou por não ter sapatos caros,
por não ter perfumes raros e batons que não desbotam?
Levanta os olhos e por cima do muro passa um carro
fazendo propaganda de um político que promete
manhãs cheias de sol e nuvens-rosa com bichinhos...
Garotos jogam bola na praça e fumam algo estranho...
Ela gosta de ser uma garota diferente e estranha,
afinal ainda não saiu para dar uma volta no mundo
e nem sabe o que fazer se aparecer uma escada pro céu...
Os cães lhe pedem comida e ela se volta e vê o bebê
dormindo na rede que balança ao vento de setembro...
Tudo parece tão igual mas ela já sonha,
ela já percebe arestas e esquinas,
já percebe o vaso da sala,
percebe o aroma das flores,
sente a brisa sobre seus pêlos,
sente o vestido pequeno,
vê que além dos muros e quintais
há estradas que levam a outros caminhos,
encruzilhadas, bares perdidos nas estradas,
igrejas onde miseráveis pedem socorro,
palácios vestidos de aço,
cães ferozes e carros blindados,
o explêndido sol atirando suas redes,
infinitas paisagens que é diferente para cada um,
percebe que há salvação dentro das telas,
dentro das músicas que ouve,
percebe que nem todo sangue apagará
os vestígios de quem sonhou,
como se invisíveis presenças
andassem lado a lado
lhe confidenciado
novos setembros
e novas estações.
Anda, menina, avise aos seus que partiu,
avise que a felicidade está pendurada como uma fruta,
avise aos animais que está a caminho,
avise que veio buscar os tijolos dos seus sonhos,
avise que mais cedo ou mais tarde
apanharia o centeio nos campos
que alguém semeou.
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 26/09/2006
Código do texto: T249856

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6771 textos (102488 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:00)