Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESLIZES

Perdão meu amor, perdão,
Por minhas crises,
Por estar sempre em ardor
Queimando em vil paixão
Por me julgar sempre em solidão
Perdão por meus deslizes
Por te matar o sonhar
Em sonhar acordado e relutar
Nas promessas tardias, acreditar
Que posso me encontrar
Que ainda posso te encontrar
Ah! Perdão por tuas dores
Por tantos dissabores
Por me achar sempre em amores
E, em outros braços me entregar
Por outras bocas me deixar beijar
Em outros ouvidos sussurrar
Por outra pele acariciar
Quando era a tua que eu queria tocar
Fecho os olhos à imaginar
Tua boca na minha tremendo
Me dizendo segredos,gemendo
Ja não me tens como noutros tempos
Partiste...nem percebeste...
Partida, ficou minha alma à penar
Tento encontrar-te, ja não me lembro
Dentro de mim, me desejando, me querendo
Tento encontrar-te, em corpo e mente
Mas és ausente mesmo presente...
Tua alma partiu...
Dentro de mim, ficou um meio vazio...
Tens metade aqui, outra em penar
Tudo esta morno e cansado
Não te sinto mais ao meu lado
Ja não há nenhum culpado
Quando partiste em meia alma
Meus sonhos se apagaram
Roubaste minha  calma
Fantasmas adormecidos, despertaram
E a primavera que prometia
Flores, encantos e magia
Ficou no botão...
Não desabrochou
Hoje ao gemer outros beijos
No gosto, em ardor,  em desejos
Teu gosto é presente em minhas fantasias
É o que sinto e me sacia
Em minhas entranhas
Um estranho se extasia
Sorve meu perfume
Consome minha energia
Fica estendido no chão
Em culpas, Madalena em penas
Lágrimas lavam meus lábios,  tremendo
Mais um deslize, mais uma crise
E, assim vou vivendo, sofrendo
E perguntando, Onde foi que te perdi?
Em que parte de minha vida, me mataste?

DIANA LIMA
Diana Lima
Enviado por Diana Lima em 16/06/2005
Código do texto: T25066
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Lima
Santo André - São Paulo - Brasil
152 textos (52795 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:01)
Diana Lima