Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teu sorriso...

Relembrando a imagem,

Que me ilumina a retina,

Eleva minha temperatura...

Despertando-me a libido...

Menino, esse teu sorriso!

Sensual, convite à luxúria...Fatal!

Meu pecado mais novo, mais real.

Entreaberto, lábios, dentes...Silêncio gritante,

Nos sonhos da gente,tumulto para o coração!

Você meche com minha paixão...

Menino, esse teu sorriso!

Rouba-me o sentido,moleque, atrevido...

Lábios, carnudos...Moldura do meu desejo.

Loucura deve ser teu beijo!

Cheio de sedução e tesão.

Teu sorriso, caminho de perdição,

Onde quero me lançar sem medo...

Sentenciada que estou por teu charme...

Sem alardes? Quero te beijar covarde!

Fecho meus olhos,

Mordo minha boca...Língua desliza aflita,

Na busca de teu sabor...De teu calor!

Posso sentir tua doce saliva,

E o efeito é imediato,

Meu corpo antecipando a emoção,

Que sei teriam, nossos momentos de nossa paixão...

Teu hálito me vem no vento,

Inebriando minha razão,

Palpita-me o ventre, tremo de emoção,

Ao imaginar-te as mãos,

Pousando nas minhas curvas, cantos, recantos,

Fazendo morada na memória de minha pele,

Deslizando como uma brisa leva...Horas tão agreste,

Sempre, presente quente...

Marcando com dentes e beijos minha pele.

Fecho os olhos, sinto teu beijo...

Tua boca, meu delírio...Me deixar possuir por você.

Queria poder explorar-te inteiro,

Mordendo, sorvendo, aprendendo a te amar...

Desvendar teus desejos,fantasias.

Sempre sem tempo ou lugar.

Sei que seria assim com nós dois,

Mescla de ternura e tesão...

Dominados pela paixão.

E esse teu sorriso,

A invadir-me a alma,

E me levar ao paraíso.

Sussurrando palavras desconexas,

Das trocadas pelos amantes,

Ditas, entre dentes, boca na boca...

Numa troca de sensações,

Guerra de línguas no infinito douniverso dos sentidos,

Enquanto as centelhas se espalham e inflamam,

Nossos corpos, agora, insanos, entregues,

Na busca do gozo, da alegria de amar,

No desejo de se encontrar...

Bocas,corpos, fomes,

Uma mulher, um homem...

Certeza de ilusão?

Devaneios de meu coração,

Quando numa fotografia,

Parei encantada, parece magia!

Teu sorriso iluminando o painel,

E meu corpo ascendendo aos céus,

Em busca da felicidade,

Um homem de brumas,

Com um sorriso de fogo,

Que atraia para a morte,

Mariposas encantadas, apaixonadas,

Que vão sem medos, reservas,

Levadas pela certeza de entrega,

As promessas desse sorriso...Lindo!

Mistério, emoção, sedução, tenteção...

Teu sorriso traduz,

E isso me seduz!


Observadora
Enviado por Observadora em 27/09/2006
Reeditado em 27/09/2006
Código do texto: T250799
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:08)
Observadora