Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Billhete

Moço que te escondes,
onde!?
Entre os doces recados
deixados
no meu escaninho de versos?
Verso
pelos teus intentos
de momento.
Falas do tempo que conspira.
Tua ira,
delícas do meu lamento.
Um momento:
o tempo
trama a esmo,
certeiro,
assim mesmo!
Mas a  gente pega ele de jeito
feito?..
Tu me pedes,então,
uma fração
de vida, com horário certo.
Certo?
Olha bem, para estarmos atentos
ao tempo,
juntos no meu ninho,
onde derramas carinhos
e outros inhos.
Em doce amor chegastes
em partes.
Devagar em minhas horas,
divago, oras!
Há que haver um certo requinte,

seguinte:
chega um momento certo
tão perto,
tão sem traslado...
Que tal um jantar às vinte ,
onde tu, a mim
te revelas
 _assim e assado_
sim?
 *******
 À luz de velas...
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 16/06/2005
Reeditado em 16/11/2005
Código do texto: T25087
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11441 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:20)
Elane Tomich

Site do Escritor