Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imprevisível poema

Nuvens formam figuras de sonho
e, outras vezes,desmancham-se em temporais...
Vem o Sol e revela as marcas imperfeitas,
acentuando ao mesmo tempo a beleza imortal.
Depois,chega a noite, apagando a luz reveladora,
mas ressaltando as estrelas,
distantes astros e planetas, que o dia oculta..
E a Lua, mágica esfera, mãe da ilusão,
vem suavizar a pesadez das trevas.
Ciclos alternando-se, com a precisão
da natureza.

Mas,quando preparo as tintas
para fazer a tela definitiva,
detenho-me aguardando a imagem seguinte,
provavelmente a mais bela.
E,assim, suspensa entre luz e escuridão,
onde nascem os mais profundos sonhos
e mistérios...deixo-me ficar,
envolvida pela suave penumbra.
Até adormecer nos braços acolhedores
de meu imprevisível poema...

Data 12/08/2004
Mareluz
Enviado por Mareluz em 29/09/2006
Código do texto: T252600
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mareluz
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
679 textos (19415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:19)