Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOS BEIJOS


O que dizes?
Que me mandas um beijo igual ao que te mandei?
Beijo de amor adolescente,
Dado na boca...
Beijo dos adolescentes do meu tempo...
Daqueles que traziam todo o calor do coração até a face?
Daqueles que ficávamos horas e horas, dias e dias a lembrar
Do sabor que eles tinham?
Os beijos dos melhores amores...
Os beijos que nos davam a certeza de não haver outros assim...
Os beijos que nos levavam a céus inatingíveis nos dias de hoje...
Os beijos que nos faziam poetas melhores a cada dia...
Eram os melhores beijos do mundo!...
Daqueles que eu ganhei, lembro-me deles até hoje!...
 
Beijo assim que te mandei...
Num fim de noite,
Numa hora de cansaço,
Num fio de vida,
Na quase hora de quase morrer
De sono, de mesmice...
Quando bateu na minha teia uma bela,
A mais bela, borboleta-flor: notícias tuas...
E despertou meu coração poeta
Que ficou feliz...
 
É desses beijos que ousas mandar-me?
Diga-me se for,
Caso o contrário ficará minha alma a vagar,
Por noites sem fim, nos limbos de eterna escuridão,
A procura da alma que tão doce beijo me traria...
 
Chico Steffanello
Enviado por Chico Steffanello em 30/09/2006
Código do texto: T253107

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chico Steffanello
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 58 anos
246 textos (31047 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:11)
Chico Steffanello