Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As balas coloridas

Acorda o Sol, e vibra a natureza,
com intensa Luz.
Mais além, muito além, sempre existe Vida,
mesmo que as nuvens escuras
forjadas pelos homens finjam tudo ocultar
e tentem disfarçar o brilho dos astros
que, distantes,parecem alheios
ao destino do mundo.
E...persistem os pássaros em seu canto
as flores em seus perfumes,
a brisa insinuante, as árvores mágicas.
E toda água, fogo, ar e a terra do Planeta,
falam ou discursam,suave ou enérgicamente,
aos surdos e cegos corações. Enquanto isso....

...sob pesados tetos, estruturas maciças,peudos-templos,
discute-se a fundamental importância
das cotações e erguem-se estátuas,
criam-se fórmulas duras como aço.
Constroem-se e reconstroem-se diferentes realidades,
cada vez mais distanciadas da origem das coisas.
E seus devotos atiram-se no chão,adorando um deus
que pede a cada dia mais sacrifícios humanos,
mais sangue, mais guerras e mais almas
em nome do progresso. Mas, não muito longe...

...alheio a tudo,em uma rua tranquila de qualquer cidade,
feliz com as suas moedinhas,
caminha o menino em direção ao bar da esquina.
Toda alegria do mundo está nas balas coloridas,
que finalmente conseguiu comprar.
E ali, parado no tempo,
vai desembrulhando, um a um, todos os seus sonhos
mal sabendo que, nesse simples ato,
renova antigos passos,memórias esquecidas
e devolve ao mundo, um pouco mais de Vida.


(escrito em 2002)

Mareluz
Enviado por Mareluz em 02/10/2006
Código do texto: T254400
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mareluz
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
679 textos (19404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:56)