Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CÚMPLICE

Deita-me à margem desse rio
que corre ligeiro e silencioso
e mágico

Deita-me na relva à margem
desse rio que corre sinuoso
e límpido

Deita-me no leito desse rio
que envolve caprichosamente
o meu corpo

Deita-te ao meu lado
nas águas desse rio que ousamos
buscar  a dois

Inunda-te nas profundezas desse rio
Segurando a minha mão
que aperta a tua

Banha-te nas águas desse rio
tocando teu corpo no meu
e sinta me calor

Sonhe na grandeza desse rio
e nessa cumplicidade
sonhemos, à margem do rio
Lili Maia
Enviado por Lili Maia em 18/06/2005
Código do texto: T25514

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lili Maia
Curitiba - Paraná - Brasil
484 textos (66685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:53)
Lili Maia