Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia nua

Quem sabe a noite
deitada lânguidamente
nos braços da loucura
onde a vida renasce
sinto-me nua

Em mim a poesia
é um momento
delirante
procura constante
um medo
um jeito insano de ser

É um perder-me sem fim
encanto
um jeito
á procura do ser
á procura de você



AVênus
Enviado por AVênus em 03/10/2006
Código do texto: T255635

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
AVênus
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
225 textos (3877 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:51)
AVênus