Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MÁGOA CONTIDA

De onde vem essa mágoa contida
Que nunca se descortina
Que parece uma vertente
Tão fortemente latente

De onde vem essa dor
Tão cheia de rancor
Que tanto te arruína
E para a doença estás propício

Esqueça essa coisa remota
Que nada te aporta
Deixe o passado no passado
E pare de se sentir torturado

Comece todo mal a sanar
E procure disso tudo se curar
Trazendo as boas lembranças
De quando eras criança

Procurando te socorrer
Para então sobreviver
Alimentando o teu sentimento de amor
Que por muito não deixaste se impor

Procure no sono
Teus mais lindos sonhos
Procure na fantasia
Toda tua alegria

Procure na imaginação
A maior e melhor emoção
Procure no mais utópico o mais belo pensar
E encontrar a mais maravilhosa forma de amar...
Maysa Barbedo
Enviado por Maysa Barbedo em 04/10/2006
Reeditado em 04/10/2006
Código do texto: T255743

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maysa Barbedo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
2967 textos (326141 leituras)
7 áudios (1543 audições)
104 e-livros (20164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:01)
Maysa Barbedo