Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Felicidade,
eu te diviso no romper da aurora,
no imortal perfume do agora
e no gosto incerto do amanhã.

Eu te adivinho nas lágrimas,
na mansarda dos castigos,
no silêncio da música que me alimenta,
na lucidez insana dos gritos.

Eu te pressinto na imensidão,
no azul que nuança o infinito,
nas horas frágeis da solidão
e na paz de estar comigo. 

Eu te descubro, vivaz,
no burburinho da chuva que cai
e na ânsia que espera a morte
dos ódios que violentam a paz.

Mas eu te tenho, pleno ardor,
quando deixo a alma, lassa,
espreguiçar seu êxtase
e suspirar seu gozo,

       nos braços tenros do amor.


Sonia R
Enviado por Sonia R em 05/10/2006
Código do texto: T257109
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia R
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
982 textos (107023 leituras)
3 áudios (802 audições)
3 e-livros (478 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:21)
Sonia R