Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

a noite, tão clara na razão









a noite, tão clara na razão,

a lua tão sol no poema,

a voz tão prenhe na boca.

e os cavalos no galope da madrugada

erguem cíclopes  a  pradaria...

já a cotovia prepara o canto,

ainda se fazem as adivinhações do novo dia,

que a batalhe se prepare das mãos brancas,

e a guerra seja a alma,

que os cavalos já galopam a pradaria.





Constantino Alves
Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 06/10/2006
Código do texto: T257381
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:48)
Constantino Mendes Alves