Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lua dourada minguante


Andei por aí e vi.
Vi com meus próprios olhos.
Com esses olhos
já marejados pelas lágrimas.

O sol que não aparece
em meu universo
a tanto tempo,
brilha fulguroso
em outro céu.

Ficou encantado
por outra lua.
A lua do pedestal.
A lua das belas paisagens.

Uma lua narcisista.
Uma lua que
só ama a si mesma
e não está nem aí
com os que a rodeiam.

Só quer ser adorada
e endeusada.

E vi o sol, como um rei,
beijá-la longamente,
para espanto até
dos fiéis astros
que a rodeiam.

Um deles magoado,
deixou lá seu último
beijo e foi-se.
Outro reclamou para si
o direito de beijá-la,
pois era ele o seu amor.

E a lua dourada,
ensolarada de dor,
já míngua no vale
dos esquecidos.

 
Maria
Enviado por Maria em 07/10/2006
Código do texto: T258153
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4553 textos (186023 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:45)
Maria

Site do Escritor