Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Façam o que Façam

                               Façam o que Façam




Façam o que façam
Com o intuito de me abalar
Não nego que me interrogo
Sobre as certezas do meu pensar.
Mas não me mostrem grilhões
Nem me acenem com subserviências
Na claridade do sol
Estão as minhas referências.

Que se alegre o teu olhar
Sabendo-se perto do meu
Que sorriam os teus lábios
Rejubilando de euforia
O sangue que nos corre nas veias
É como a água cristalina
Que nascendo na montanha
No meio da neblina
Acorda para o mundo
Suspirando arribar ao mar
Para mergulhar no oceano da vida.



Moisés Salgado
alestedoparaiso
Enviado por alestedoparaiso em 07/10/2006
Código do texto: T258617

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
alestedoparaiso
Portugal
209 textos (4174 leituras)
38 áudios (1068 audições)
2 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:49)
alestedoparaiso