Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dura Verdade

Algumas verdades doem
Palavras bem ditas corroem
Ferem profundo sem tocar
E ficam  na constância de incomodar

Aquilo que era passa a ser isto
Tão próximo, tão vivo e latente
Fuga inútil tentar esquecer
Mesmo que não seja visto

Sentir das palavras a dor
É como arrancar uma flor
No mais profundo de sua raiz
Por um motivo que se quis

Se não houvesse o sofrer
O que seria do viver
Restrições ao falar
Imaginem o poetar

Pode ferir, melhor que fingir
Pra que mentir no que se diz
Se o que se quer cá dentro estar...
Nelciene Santos
Enviado por Nelciene Santos em 09/10/2006
Reeditado em 09/10/2006
Código do texto: T259771

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Textos: Nelciene Santos http://recantodasletras.uol.com.br/autores/poesinel). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nelciene Santos
Cabo de Santo Agostinho - Pernambuco - Brasil, 44 anos
1098 textos (68608 leituras)
1 e-livros (34 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:23)
Nelciene Santos