Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canelas Flutuantes!

Desvios na semântica do olhar passante
W.W.W. travesso na parafernália pontocom
Ligeira assepsia com indultos forjados,
No oficial, enfia a lente onde mal entende,
O que é bem, sujo fica na interpretação,
Promíscua liberdade na libertinagem alheia,
World Music para fantasmas atuantes,
Baratos afins, todo peso que a imagem tem,
Se vão suportar, isso é problema do provedor,
Trinco trincado na porta que nunca abre,
Se mesmo assim quiser abrir, é falsa, é parede,
Flor que nasce a beira do esgoto de cara para o céu,
Tudo aquilo que se estraga para consertar depois,
Fazenda experimental de vírus, plano real,
Ditadura do egocentrismo falido, angústia falada,
Colapso das aberrações culturais em encalhes,
Na lápide do bom senso apenas meias palavras,
Incongruência passiva, mais desleixo natural,
Espelhos voltados para dentro da grande Ilha,
Uma bóia afundou antes mesmo de chegar na praia,
Para buscar tem que aprender a nadar!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 09/10/2006
Código do texto: T259919
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:48)
Peixão