Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E a lua chorou...


O sol magoou-se de verdade.
Por isso está tudo tão parado,
tudo quieto, silencioso.

Deixou na porta da lua
um recado tão triste,
tão dolorido,
uma despedida:

"Estar junto já vale pouca coisa,
é como beber
um vinho doce
e por fim,
se perder no aguardente".

Que tristeza
no mundo dos astros.
A lua chora inconsolável.

Chega a dor que invade
e desguarnece os sentidos
ao ponto de
desfalecer a alma.

Maria
Enviado por Maria em 09/10/2006
Código do texto: T259933
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4551 textos (185954 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:03)
Maria

Site do Escritor