Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sina da Solidão

Há de ser a companhia
Dos que imaginam estar só
Provocando nostalgia
Apertando como um nó

Invade o cotidiano
Dos que são desavisados
Traz consigo desengano
E fantasmas assombrados

Judia sem dó nem piedade
Causa forte comoção
Disputa com a saudade
Espaços do coração

E quando se estabelece
Manipula toda a vida
Ela mesma se esquece
Que não terá mais saída!






Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 19/06/2005
Código do texto: T26000
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1289 textos (217117 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/05/17 04:35)
Priscila de Loureiro Coelho