Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÓ UM DESABAFO

SÓ UM DESABAFO

Mor

Nessa fuga estarrecida
Num debate fratricida.
É uma grande ferida
Mata como formicida.

Sabe tudo dos outros
Se governar é só isso.
Estamos todos mortos
E num grande suplício.

Debater só os defeitos
Isso não tem mais jeito.
Mostre logo os seus planos
Sem ser mesmo um tirano.

Pense naquela passagem
E tire dela uma imagem.
Quem não tiver pecado
Atire a primeira pedra.

Se nas famosas entrevistas
Repetissem a tal passagem.
Quem nunca fez nada errado
Atire logo o primeiro petardo.

Logo se repediria aquela
Cena conhecida por todos.
De um a um se retirando
E só a mulher sobrando.

E nesse momento quem
Resistiria tal pergunta?
Seria uma debandada
De cabeças abaixadas.

Queremos ver e ouvir
Quais são os planos.
E não a lavagem de panos
Roupa suja se lava em casa.
Que no próximo debate
Seja o mesmo um embate.
Com metas para salvar o Brasil
Com esse povo ordeiro e gentil.

Não queremos debates vazios
Sem visão para o futuro.
Não pensem que o povo é burro
Isso vem dando calafrios.

São José/SC, 9 de outubro de 2.006.
morja@intergate.com.br
www.mario.poetasadvogados.com.br



Asor
Enviado por Asor em 09/10/2006
Código do texto: T260496
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Asor
São José - Santa Catarina - Brasil
1677 textos (36847 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:49)
Asor