Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu não posso ficar

Eu não posso ficar, não posso porque não quero
Sou como o mar na ressaca, não caibo em mim
E não se culpe por não entender, não havia, nem há nada a ser feito
Eu tentei mas nem assim me entreguei
Eu tenho o que preciso, sou um egoísta incorrigível
Não me veja insensível por isso, se hoje parto é por nós
Para mim é facultado estar ou não ao seu lado
Já em você não é corrente tal indiferença
E não é justa a paixão de mão única
Ela é nociva ao ser
Por mais que se diga: - Ame sem esperar ser amado
No fundo todos esperam ser arrebatados por uma paixão
Há ainda os que dizem: - Nas dores é fincada a paixão
E os poetas não são mais que sofredores e vítimas do amor
Pois se assim finda a paixão, ela fará mais um vivente sofrer
Sofrerás por minhas mãos, ou pela ausência delas
Não me tenha ódio por isso, serei teu amigo querendo ou não
Só não posso mais ser teu amante...
Hugo Eduardo
Enviado por Hugo Eduardo em 10/10/2006
Código do texto: T260978
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hugo Eduardo
Fortaleza - Ceará - Brasil, 34 anos
28 textos (1448 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:29)