Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Portas

Vê-las, portas abertas,
Passo preso à fuga
Presa ao chão
Sem saída, sem aviso
Laço em fita
Suspensório de linho
Mão atada à mão
Presa em sufoco
Lágrima
Tranca febril
Surda, servida liberdade.
Vondade ao vê-las
Portas abertas
Trancadas em mim
Um dia adeus
Cresci enfim.
Sem passo puro à garganta
Em dado nó de linho.
Vê-las, portas trancadas
Abertas em mim
Um dia adeus,
Será tarde no fim...
Antonio Antunes
Enviado por Antonio Antunes em 10/10/2006
Código do texto: T261042
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Antunes
Reino Unido, 41 anos
41 textos (868 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 08:51)
Antonio Antunes