Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Papel

Em papel simples te desenho,
 linhas retas, branco e preto,
contornos sutis, delineando desejo,
no corpo nu, um anseio,
frenesi, te vejo.
 
Do papel o desenho,
toma forma, faz-se inteiro,
traz o fogo abrasador
aquecendo seu autor.
 
Criador e criatura,
envolvidos em volúpias
aproximam-se sorrateiros,
unindo os corpos, tocando os meios,
descobrindo seus segredos
puro êxtase, aconchego.
 
E na fúria muito louca,
na busca dos corpos
o encontro das bocas,
sussurrando, vozes roucas
em gemidos inefáveis,
que pra prazeres incontáveis
uma vida seria pouca.
 
E o desenho no papel
ganha cor, forma e textura.
Observando-o atentamente,
torna-se claro, evidente
a mudança da figura,
que juntando suas retas
às novas linhas curvas,
desenha o amor
em geometria augusta.
Aisha
Enviado por Aisha em 20/06/2005
Código do texto: T26129
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aisha
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 50 anos
791 textos (35173 leituras)
1 e-livros (57 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:56)
Aisha