Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

coração poeta

Como amarrar o coração do poeta?
Tantos sonhos desleixados
Soltos na escada
Cartas inacabadas na escrivaninha,
Sentimentos surrados
Corações bobos, poetas tolos.
Textos planando em vulcões...
Há tempos que não estamos em nós mesmos...
Há dias que queremos apenas padecer...

Agora não entendemos nada, apenas vamos embora...
Magna Moura
Enviado por Magna Moura em 10/10/2006
Código do texto: T261290
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Magna Moura
Recife - Pernambuco - Brasil, 36 anos
5 textos (342 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 15:10)
Magna Moura