Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Licor

Tu jazes morta
Próxima à porta
Do meu quarto

De beber teu Sangue, já estou farto
Quero algo que me remeta ao amor...
Sim, tenho aquele Licor

Esquecido na dispensa
Porém uma dose não compensa
Toda dor que agora estou a sentir

E tu, morta, hás de convir,
Que um amante sem sua amada
Nada mais é que pobre alma desesperada,

Que deseja, acima de tudo, perder a vida
À espera do ensejo, embriago-me com tal bebida
Espectro Abissal
Enviado por Espectro Abissal em 11/10/2006
Reeditado em 05/06/2010
Código do texto: T262079

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Espectro Abissal
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
22 textos (653 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:14)
Espectro Abissal