CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Poesia para Sobrinha

Que coisa genuína
O nascer de uma sobrinha
Harmonia infante enfeita o lar
Cheiro de bebê, substância matutina
Extensão fraternal, de fato culmina
Em amor abrangente, que a'lma contamina

O mais legal
A fatal sina
Quando choro estridente
Que prontamente azucrina
A titia voluntária passa a menina
Ao colo da mamãe, esta agora é sua rotina.


PS: Poesia feita para minha querida sobrinha Tayla, que nasceu no dia 03/10/2010.
A foto também é da minha sobrinha.
Beth Jardim
Enviado por Beth Jardim em 18/11/2010
Reeditado em 10/04/2012
Código do texto: T2622542
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Beth Jardim
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
152 textos (16448 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/10/14 13:29)